como que fala? salisbury?

Aqui perto tem uma cidade chamada Salisbury. Eu, com todo meu inglês americanizado só fui aprender a dizer esse nome a duras penas. Porque parece um nome fácil, mas a pronúncia real é toda errada. A pronuncia daqui é Sósbury. Não faz sentido, né?

Mas fazendo sentido ou não, no último domingo fomos visitar a famosa catedral da cidade. Famosa mesmo, porque encontrei com alguns grupinhos de brasileiros (viajando pra terra do dinheiro mais caro apesar da crise).

A cidade em si é uma gracinha (mas não ficamos passeando), mas nada demais. A catedral realmente é muito bonita. Foi construída lá pelo século XIV e está super bem preservada. Tem um dos relógios mecânicos mais antigos do mundo, que ainda marca a hora (quando chegamos ele estava tocando e um dos alunos ficou alucinando querendo ir ver como que funcionava). E tem um monte de gente enterrada, dentro e fora do corpo da igreja!

Em volta tem um jardim lindo e umas casas que devem ser mais ou menos da mesma época, que ainda são usadas de moradia e comércio. Essa parte da cidade é murada, parece um mini-forte. As vezes eu ainda fico impressionada que essas coisas são tão antigas e continuam de pé. E elas ficam ainda mais bonitas em um dia de sol como no domingo =)

Esses dias andei reparando que minhas habilidades culinárias melhoraram consideravelmente e minha relação com a cozinha também melhorou muito. Antes eu tinha uma preguiça monstro de pensar em cozinhar, e hoje até que eu gosto. É verdade que cozinhar aqui as vezes significa ficar em paz sem ninguém enchendo o saco, mas vira e mexe as pessoas elogiam a comida e a criatividade. Acho que falta um bocado disso aqui. Já estou até imaginando o estado que ficará a cozinha da minha mãe quando eu voltar, hahaha! No domingo fui eu que preparei a sacola do pic nic e na segunda esquentei as sobras pra janta e ainda preparei jantar diferente pra 2 alunos com cardápio diferenciado. E um deles comeu de raspar o prato!

A primavera está chegando timidamente por esses lados e os dias tem melhorado bastante. Na maioria do tempo, a temperatura chega a dois dígitos e tem feito bastante sol. Claro que chove, e ontem o Junior me disse que nevou em Londres (por aqui caiu bastante granizo daquele pequenininho), mas os dias também tem ficado cada vez mais longos e já dá uma melhorada na moral da galera, né? Até aposentei o casaco de neve pela temporada já, hahaha!

Com a chegada da primavera também começamos a cuidar melhor do jardim. Alguns dias da semana os alunos preparam a terra e plantam sementes em volta da casa ou transferem mudas (dessas de super mercado mesmo) para vasos maiores para enfeitar mais o ambiente. Minha única colaboração pra jardinagem até agora foi sentar com um dos alunos e olhar. Porque tá ai um treco que definitivamente não é a minha! Meu pai adorava uma plantinha, já eu sou capaz de matar uma planta de plástico num pote!

Tenho sentido que desde as últimas férias os alunos tem melhorado muito de comportamento e tenho me divertido ainda mais no trabalho. O SM está num humor excelente e temos conseguido fazer ele participar de muitas atividades. Inclusive a minha coordenadora descobriu que ele e o J. fazem uma dupla incrível e agora são “amiguinhos”. Dá uma satisfação enorme quando a gente consegue fazer esse tipo de interação acontecer. Eles dividem atividades ao ar livre e curtem as mesmas músicas, por exemplo. Também sinto que o M. está mais feliz, outro dia apareceram com um aparelho que tem uns botões e 3 opções de música pra ele ir escolhendo e ele ouve sempre a mesma música. Mas ele presta muita atenção naquilo, acho fascinante observar! E as vezes ele levanta a cabeça e procura o nosso olhar pra sorrir! Acho que só trabalhando com necessidades especiais a gente consegue saborear esses momentos de verdade…

Descobri também que definitivamente prefiro o trabalho na casa do que na escola, mas mesmo as aulas tem sido proveitosas, talvez porque eu sempre consiga dar um jeito de ficar nas salas que eu gosto mais, haha! Esses dias fui fazer compras com um dos grupos e o alarme de incêndio tocou 2 vezes, e a gente teve que começar a evacuar o local (mas no meio do caminho disseram que não era nada). O que pode parecer uma chatice no fim se torna uma aventura se você mantiver o humor certo. Eu estava com uma menina que as vezes não gosta de trabalhar com pessoas diferentes, mas como ando aparecendo sempre na sala dela, ela tem confiado mais em mim e nesse dia a gente saiu rindo da loja e eu percebi que ela tem interagido mais comigo =)

Essa semana o Junior volta pro trabalho e já estou ansiosa pros shifts com ele de novo! E o melhor? Essa semana também tive 3 dias de folga. Yay!

1 comment
  1. Eu nunca iria adivinhar a pronuncia do nome da cidade! No Canadá tbm tem várias cidades com nome assim, que você acha que é uma coisa e é outra completamente diferente!
    Tá meio tarde pra nevar por aí não tá não?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *